Padrão de Projeto Abstract Factory

Neste momento me apetece escrever sobre Software Design Patterns. Não que eu seja um grande programador, mas eu preciso treinar o conteúdo e acho que farei bem escrever enquanto estudo. Vou inaugurar então com este post a sessão Software Design Patterns no blog, onde irei em cada post falar sobre algum modelo para a padronização do código.

O primeiro Software Design Pattern, ou em bom português, Padrões de Projeto de Software, que irei falar é Abstract Factory.

Abstract Factory

Objetivo – definir uma interface para a criação de famílias de objetos relacionados ou dependentes, não fazendo uso do acesso direto as classes concretas. Através do uso de Abstract Factory é possível criar aplicações que diante variáveis do ambiente possam criar diferentes objetos através de métodos em comum.

Um exemplo comum é a criação de diferentes tipos de interfaces gráficas por uma aplicação através da detecção do tipo de ambiente a qual a aplicação está e execução. Outro exemplo, que será aqui demonstrado, é a criação de um objeto do tipo Customer ou Staff mediante a verificação da opção que o utilizador escolheu durante o cadastro. O modelo UML para o exemplo segue abaixo.

Segue o código em C++ que testa o Desing Pattern Abstract Factory.

abstract class PersonFactory {

public static PersonFactory getFactory(){

if( Form.isCustomerOrStaff() == “Customer” ){

return new CustomerFactory();

} else {

return new StaffFactory();

}

}

public abstract Person createPerson();

}

class CustomerFactory extends PersonFactory {

public Person createPerson() {

return new Customer();

}

} 

class StaffFactory extends PersonFactory {

public Person createPerson() {

return new Staff();

}

}

abstract class Person {

public abstract void flush();

}

class Customer extends Person {

public void flush() {

System.out.println(“Storing customer data!“);

}

}

class Staff extends Person {

public void flush() {

System.out.println(”Storing staff data!“);

}

}

public class Form {

public static void main(String[] args) {

PersonFactory factory = PersonFactory.getFactory();

Person person = factory.createPerson();

person.flush();

}

}

O exemplo acima se inicia na classe Form. Após verificada qual a opção que foi escolhida durante o cadastro, a classe PersonFactory retorna um objeto estático capaz de criar objetos do tipo a qual foi pedido no formulário. Por fim, as classes concretas possuem sobreposição do método abstrato flush para a gravação dos dados (o que no código do exemplo não ocorre, se resumindo a mostrar uma mensagem).

Caso o exemplo acima seja demasiado simples, aqui e aqui você poderá obter outros cenários de uso do padrão de projeto Abstract Factory.

Até o próximo Desing Pattern!

Favoritos

  • Músicas
  • Demo Image
  • Demo Image
  • Demo Image